4 cuidados básicos que ajudam na preservação de carpetes

4 cuidados básicos que ajudam na preservação de carpetes

Nada como cuidar da nossa casa para deixá-la sempre bonita e confortável, não é? Afinal, nosso lar é o nosso refúgio, e quanto mais à vontade nos sentimos, melhor é estar em casa.

Hoje, as dicas de cuidados são a respeito da preservação de carpetes. Uma grande tendência de decoração, esse revestimento oferece diversos benefícios e pode dar um toque sofisticado à sua casa.

Se você escolheu usar carpete no seu piso, continue a leitura e descubra algumas dicas que irão te ajudar a mantê-lo sempre limpo e bem cuidado!

1. Aspirar com frequência

Hoje, os carpetes são feitos de materiais antialérgicos, mas isso não significa que você deve se descuidar da limpeza! A forma mais prática de fazer isso é aspirando-o regularmente, pois o aspirador consegue eliminar a sujeira superficial com eficiência.

Optar por um aspirador com filtro de água é ainda melhor: as partículas de sujeiras e outros resíduos “grudam” na água e não caem novamente no carpete durante a aspiração, tornando a higienização do piso ainda mais prática.

Em regiões onde há muita circulação de pessoas, o ideal é aspirar diariamente. Outras partes podem ser aspiradas pelo menos uma vez por semana — ou seja, com uma frequência ainda menor do que você utilizaria a vassoura!

Se você tem bichinhos de estimação, redobre o cuidado com o carpete, aspirando mais de uma vez por semana a área que eles frequentam.

2. Proteger do peso dos móveis

Devido ao peso, alguns móveis que ficam em cima do carpete podem deixar marcas no revestimento. Para evitar que isso aconteça, o ideal é usar protetores nos móveis mais pesados.

O jeito mais fácil e barato de fazer isso é colando um tecido grosso no formato dos pés ou apoios dos móveis (alguns já são vendidos em fomas redondas ou quadradas). Assim, haverá diminuição do atrito entre móveis e carpete.

Outra opção válida para quem estiver disposto a desembolsar um pouco mais é comprar protetores de pisos (os mais comuns são lâminas transparentes de plástico maleável), colocando-os sobre o carpete nas regiões em que há mais danos.

3. Limpar as manchas com cuidado

As manchas são inevitáveis — principalmente quando há crianças ou animais em casa —, e um erro cometido pela maioria das pessoas é tentar eliminá-las à força. Pois saiba que fazer isso no carpete pode piorar a situação!

Em vez de esfregar a mancha com força, procure usar um pano limpo ou papel toalha para absorver a substância assim que ela cair. Caso seja uma mancha antiga, o ideal é usar um pano limpo com um pouco de água morna e detergente neutro, massageando a área manchada para amenizar a aparência.

4. Lavar adequadamente para a preservação de carpetes

Na hora de lavar um carpete, a melhor dica que pode ser dada é deixar isso na mão de uma empresa profissional. Afinal, a experiência e os produtos adequados valem a pena para manter seu carpete preservado e com uma vida útil longa.

O melhor tipo de lavagem é a seco, pois nem sempre a ventilação do ambiente favorece a secagem se for usada água. Há pessoas que tentam fazer a lavagem por sua própria conta, mas é preciso ter cuidado com os shampoos a seco, que são substâncias complexas e podem causar danos à superfície se mal usadas.

A frequência da lavagem pode ser uma vez ao ano. Portanto, é financeiramente viável e possível de incluir no orçamento de manutenção da casa.

Viu como bastam algumas práticas simples para garantir a preservação de carpetes? Se você está em busca de outras dicas para cuidar da casa e deixá-la de cara nova, baixe gratuitamente nosso guia “Decorando a Casa Nova” e descubra como acertar nas escolhas em 6 passos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This