Arquitetura sustentável: entenda sua importância!

Arquitetura sustentável: entenda sua importância!

Poucos termos atualmente têm tanto sucesso quanto a sustentabilidade. A palavra está em voga no mundo inteiro e circula em conferências internacionais sobre direito, medicina, economia e, é claro, arquitetura. Na ciência das edificações, inclusive, foi introduzida como arquitetura sustentável.

A sustentabilidade é protagonista na construção de um mundo melhor, pois suas práticas têm o objetivo de transformar o planeta em um local socialmente justo, economicamente viável e ecologicamente correto.

Vamos conferir o que esse termo significa e como ele se relaciona com a arquitetura?

O que é sustentabilidade?

Sustentabilidade é o conjunto de ações e processos que são autossuficientes e resistem ao longo de determinado período. Ela é composta por práticas ambientais — como a priorização de energia limpa em detrimento da fóssil —, econômicas — que visam aliar a viabilidade financeira aos interesses ecológicos — e sociais — que buscam a inclusão do ser humano por meio do respeito e da cooperação com a natureza.

Quais práticas compõem a arquitetura sustentável?

Diversos procedimentos podem ser sustentáveis, basta que sigam os três princípios citados acima. Vejamos alguns exemplos.

Quanto às práticas correspondentes aos princípios ambientais, deve-se respeitar a fauna e a flora da região, dar preferência à matéria-prima certificada — o que favorece fornecedores ecologicamente responsáveis —, planejar o posicionamento da residência e das janelas de forma a maximizar a utilização da luz natural, utilizar, sempre que possível, matéria-prima à base de terra — como tijolos de adobe —, instalar energia fotovoltaica, entre outras.

Já no âmbito dos princípios econômicos, uma atividade se destaca: o planejamento. Programar cada etapa da obra, de modo a pensar na eficiência dos recursos como a água, o transporte e os insumos, é fundamental, afinal, todo desperdício é prejudicial ao meio ambiente.

Em relação aos princípios sociais, o respeito à legislação trabalhista, às normas de saúde e segurança no trabalho, assim como aos procedimentos legais de regularização da obra são imprescindíveis.

Qual é a importância da arquitetura sustentável?

No que diz respeito aos projetos arquitetônicos, a sustentabilidade é aplicada com objetivo de construir com impacto mínimo, trazendo à tona o simples, o eficiente e o elegante. Dessa maneira, a importância da arquitetura sustentável pode ser vista sob dois pilares: o da vantagem competitiva na hora de vender seu imóvel ou projeto e o da contribuição para o equilíbrio ecológico.

Para obter o primeiro, é preciso que visitemos as ciências da Administração. Kotler, autoridade em marketing, ensina que você deve vender valor, não preço. Isso significa que devemos agregar valor ao produto ou projeto. Nesse sentido, as práticas sustentáveis cumprem muito bem esse papel, pois transformam uma simples moradia em um item único de integração e respeito ambiental.

Já sobre a contribuição para um meio ambiente ecologicamente equilibrado, é importante ressaltar que, segundo estimativas da Escola Politécnica da USP, a construção civil consome de 40% a 75% da matéria-prima do planeta. Nesse caso, cada casa construída com projetos arquitetônicos sustentáveis representa um passo importante rumo a um mundo mais verde.

Percebe-se, portanto, a extrema importância da arquitetura sustentável. Ela é meio para um fim nobre e necessário: o equilíbrio ambiental. Além disso, é algo que pode agregar valor e status a qualquer projeto, aumentando a satisfação do cliente. Se você curtiu este post, veja 6 dicas para criar um projeto de arquitetura sustentável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This