Como apresentar propostas de projetos eficientes em arquitetura

Como apresentar propostas de projetos eficientes em arquitetura?

O processo de apresentação de proposta de projeto dentro da área de arquitetura é uma etapa crucial da negociação com os clientes. Sendo assim, é fundamental estar atento aos detalhes para causar uma boa impressão desde o início.

Estruturar bem o projeto, cuidar do seu visual e ainda observar a postura e o tom da voz de quem negocia são aspectos extremamente relevantes, que não podem deixar de ser planejados.

Por meio dessas afirmações é possível compreender a importância de preparar antecipadamente as propostas, de modo que sejam, de fato, eficientes. Pensando nisso, selecionamos algumas orientações para ajudar você nessa tarefa. Confira!

Tenha uma proposta de projeto bem estruturada

Uma proposta de projeto bem estruturada resultará em inúmeros benefícios, tanto para o profissional que a apresenta quanto para o cliente. Isso porque as chances de ter que refazer uma proposta que foi muito bem planejada e montada são muito menores em relação às propostas feitas às pressas.

Nessa hipótese, ambas as partes saem ganhando, pois poupam tempo e atingem mais rapidamente seus objetivos.

Além disso, outra clara vantagem de uma proposta bem elaborada é gerar instantaneamente um diferencial competitivo que só vai favorecer as demais tratativas. Afinal, um cliente satisfeito está muito mais aberto a pagar sem questionamentos por um projeto — aquele que passou por um longo processo de reajustes até alcançar seus desejos vai ficar mais receoso.

Invista em materiais de qualidade para a elaboração do projeto

Para agregar valor ao projeto que será apresentado, é imprescindível investir em materiais de qualidade, mas que tenham um bom custo-benefício.

Escolhas acertadas no que se refere aos materiais fazem com que o cliente se sinta seguro das opções apresentadas, e ele tende a contribuir para a aprovação da proposta.

É preciso conhecer bem os materiais sugeridos, a fim de poder apresentá-los ao cliente e defender a sua utilização em casos de reclamações referentes aos valores.

Oferecer alternativas dos materiais que serão empregados também é uma medida que otimiza as negociações e permite que o cliente fique mais confortável para decidir.

Se apenas um tipo de material ou fornecedor for apresentado no projeto, essa prática pode passar a má impressão de que não houve pesquisa e dedicação suficientes. Ou pior: que o arquiteto está sendo favorecido por algum tipo de parceria exclusiva.

Estabeleça uma parceria com empresas de móveis e decoração

Parcerias com empresas de móveis e decoração serão extremamente benéficas para o arquiteto. Relações saudáveis com essas empresas, na prática, resultam em condições de pagamento melhores, taxas de entregas reduzidas ou extintas e prazos de entrega abreviados.

Todas essas questões são indispensáveis para que o projeto seja um verdadeiro sucesso do início ao fim, e fortalecem a reputação do arquiteto no mercado. Sem contar que se ocorrerem problemas, eles poderão ser facilmente contornados, sem que isso represente um custo extra para o cliente — o que seria muito desagradável.

Cuide da apresentação visual da proposta de projeto

O layout do projeto precisa ser claro, objetivo e limpo. Sua aparência precisa ser a mais profissional possível, contudo é preciso estar atento à distribuição das informações, de modo que sejam facilmente visualizadas.

Naturalmente, o projeto deve ter o aspecto de um documento formal, mas cuidado com o excesso de logos, marcas d’água e molduras, que podem poluir o visual. Quanto mais clean, melhor!

A proposta de projeto deve conter no mínimo o escopo (objetivo do trabalho e detalhamento do serviço), o cronograma, os prazos e o valor dos investimentos.

Agora que você já sabe como apresentar propostas de projetos eficientes em arquitetura, assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as nossas novidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This