Como saber se está na hora de trocar o piso

Como saber se está na hora de trocar o piso?

Seja pelo tempo em que ele já está na sua casa ou por um objetivo pessoal de redecorar o seu lar, trocar o piso é uma tarefa que exige atenção e cuidado.

E isso não é à toa, já que dependendo da solução pensada, a renovação dele pode demandar uma reforma e custos extras — e mesmo assim não deixar sua casa como o esperado.

Por essa razão, reunimos neste post algumas dicas para você saber a hora de trocar o piso, quais são os métodos mais práticos para efetuar essa mudança e as alternativas simples para revitalizá-lo gastando pouco. Confira!

Quando trocar o piso?

Com o dia a dia corrido, é muito comum que os primeiros sinais que indicam que o piso precisa de atenção redobrada quanto ao estado de conservação passem batidos.

Afinal, hábitos corriqueiros como arrastar móveis e passar produtos químicos contraindicados aceleram o desgaste do piso e podem provocar o aparecimento de manchas e riscos, por exemplo, que só são notados quando já estão em uma escala muito maior.

E isso, como já é de se esperar, deixa o chão com um aspecto desvalorizado, o que afeta diretamente a decoração do seu lar. Portanto, esteja atento ao surgimento desses indícios para controlá-los e saber a hora certa de trocar o piso!

Como são feitas as trocas?

As maneiras mais tradicionais de trocar o piso não têm mistério, mas despertam receios em relação ao tempo de obra.

Isso porque um desses métodos, que envolve a retirada do piso antigo — seja ele de porcelanato ou de cerâmica, por exemplo —, promove um quebra-quebra que traz consigo poeira, entulho e a inviabilização da circulação no cômodo enquanto o processo acontece.

Além disso, é preciso que o contrapiso esteja firme, caso contrário será necessário refazê-lo para só então aplicar o novo piso.

Esse processo pode demorar de horas até dias, dependendo do espaço onde será feita a troca. Outro método recorrente e adotado por muitas pessoas é a sobreposição do novo piso sobre o antigo — especialmente com o laminado, que se tornou uma grande tendência na decoração.

Afinal, além da rapidez, a instalação é muito mais prática e limpa — sem poeira e entulho. Para isso, é usado um tipo de argamassa colante. Porém, antes de optar por esse processo é preciso checar se a altura final da sobreposição não atrapalhará a abertura de portas, por exemplo.

Quais são as alternativas para renovar o piso?

Você sabe que está na hora de trocar o piso do seu lar mas quer evitar o quebra-quebra e todos os pormenores ligados à obra? Então que tal adotar algumas medidas que renovem o piso?

Em casas com piso de madeira, por exemplo, é possível adotar o restauro dele, isto é, a raspagem do antigo e uma nova aplicação de camada de verniz.

Essa técnica renova o visual, fazendo com que riscos e manchas desapareçam. Além disso, o tempo de vida de piso é estendido. Mas atente-se: para que isso seja possível é necessário que o piso tenha pelo menos 2 centímetros de espessura.

Você também pode apostar no uso de tapetes modulares que podem cobrir o piso, escondendo as falhas e o desgaste dele. Cores e estampas que harmonizam com a décor trazem um aspecto diferenciado para o ambiente.

Agora que você já sabe quando trocar o piso e que não há apenas uma alternativa para fazer isso, ficará mais fácil escolher a opção que se adapta às suas necessidades! Dessa forma você vai deixar a sua residência muito mais bonita, confortável e funcional.

Gostou das dicas? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de outros conteúdos como este!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This