patchwork

Patchwork: 4 ideias geniais para incluir no design de interiores

O patchwork é uma técnica antiga que propicia conexão de histórias e remete ao aconchego de tecidos costurados pelas nossas avós. Por essa razão, seu uso, certamente, enaltece as memórias e contribui para um clima intimista e, até mesmo, terapêutico nos ambientes.

Além disso, as peças de patchwork são únicas porque sempre são produzidas a partir de retalhos diferentes, mas que podem perfeitamente ser reutilizados e combinados, podendo, portanto, agregar valor aos projetos sustentáveis.

Pensando nisso, selecionamos 4 ideias geniais para você incluir o patchwork nos seus projetos de design de interiores e, assim, enriquecê-los ainda mais!

1. Faça patchwork nos móveis

Já pensou quão originais ficariam as gavetas forradas com tecidos em patchwork ou cada uma com uma estampa diferente, compondo um lindo mosaico de cores e texturas? Esse efeito é facilmente conseguido por meio da forração dos móveis.

As gavetas podem ser de armários, cômodas ou mesas de cabeceira, de qualquer forma, esse detalhe fará a diferença no ambiente, colorindo e alegrando o espaço.

Para forrá-las, é possível usar retalhos de tecidos, papel de parede e, até mesmo, recortes de livros e revistas — mais original, impossível!

2. Estilize as paredes da casa

As paredes também podem ser beneficiadas com o uso dessa técnica milenar e, com certeza, a aplicação de ladrilhos ou pastilhas de diversas cores e estampas vai proporcionar um clima de descontração e leveza ao espaço.

Outra vantagem associada ao uso de paredes em patchwork no design de interiores é a facilidade de criar decorações interessantes por meio da combinação das cores das estampas com outros itens, como toalhas, tapetes e cortinas, no caso dos banheiros, por exemplo.

Contudo, vale lembrar que as paredes de cozinhas e áreas externas, como varandas gourmets, também são valorizadas com o uso do patchwork e, portanto, vale escolher um espaço favorito da casa e enaltecê-lo ainda mais com esse efeito incrível.

3. Aproveite essa técnica para decorar os pisos

Os pisos podem receber materiais já planejados para compor lindos patchworks ou podem ser incrivelmente ornamentados com tapetes que tenham essa composição em sua trama.

Seja qual for a preferência do designer e do proprietário do imóvel, uma coisa é certa: o resultado será personalizado e muito estiloso.

É importante apenas observar que o patchwork precisa ser harmônico e com cores suaves, sob pena de criar uma confusão visual que não será agradável e tampouco atingirá os objetivos idealizados.

Quando a estampa tiver uma cor muito vibrante, é melhor que seja na gama das cores quentes, pois cores frias, como preto e cinza, podem pesar nos ambientes, criando um efeito oposto ao que se deseja alcançar.

4. Abuse dos acessórios que tenham patchwork

Para quem não quiser apostar tão intensamente na proposta do patchwork, pode ser uma boa ideia investir em porta-retratos, almofadas, colchas e cúpulas de abajures. Esses itens realçam ambientes neutros em razão do contraste com as cores da estampa, equilibrando os espaços na medida certa.

Outras peças também cumprem bem o propósito de um projeto inovador, como poltronas, sofás e cadeiras que tenham essa composição para ornamentar e dar personalidade e ousadia aos setores da casa mais neutros ou monótonos.

Seja qual for a proporção adotada, investir no patchwork é ter a certeza de criar projetos de design de interiores divertidos e arrojados.

Agora que você já aprendeu 4 ideias geniais para incluir o patchwork nos seus projetos de design de interiores, comente neste post o que achou de nossas dicas! Vamos lá!

img_ebookpost_tendencias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This