Confira as melhores práticas de gestão de projetos em arquitetura

Confira as melhores práticas de gestão de projetos em arquitetura

Um bom trabalho é resultado de uma série de fatores que começam e dependem sempre de uma boa gestão. Na construção civil, a gestão de projetos pode ser o caminho para solucionar problemas como atrasos, informações inconsistentes e muitos outros. 

Embora a adoção de algumas estratégias tornem o gerenciamento mais eficaz, porém, nem sempre há conhecimento sobre elas. No post de hoje, trouxemos algumas práticas que vão ajudar você a melhorar o gerenciamento dos seus futuros projetos. Confira!

Faça um planejamento detalhado

Um planejamento detalhado engloba uma série de fatores que serão responsáveis por permitir um controle mais detalhado do processo, melhorando a organização dos recursos e elevando a qualidade do serviço.

É fundamental inserir no planejamento não apenas o projeto, mas também o objetivo, o escopo e os riscos. Ou seja, todos os detalhes do projeto devem constar no planejamento, evitando problemas como necessidade de adiamento e aumento exagerado de custos.

Utilize softwares de gestão

Softwares são uma excelente ferramenta para otimizar a rotina de quem atua na ramo da arquitetura. Hoje, existem muitas opções no mercado que não apenas automatizam as atividades, mas também permitem um acompanhamento mais eficaz e fornecem relatórios que podem ser úteis no direcionamento de decisões. 

Elaboração de orçamento de projetos, definição de prazos e visualização de tarefas pendentes são algumas das funcionalidades existentes na maioria dos softwares. Contudo, há a opção de adaptar/criar um software a partir das necessidades de cada profissional ou escritório de arquitetura. 

Tenha um cronograma

O cronograma funciona como uma espécie de “mapa do tempo”, mostrando quando deverá ser realizada cada atividade do projeto. Quando tudo isso está documentado, torna-se mais simples avaliar o andamento dos processos.

Um bom cronograma tem muito mais que custos e prazos, visto que pode (e deve) retratar o escopo a ser fornecido, bem como os recursos e muitos outros detalhes. Ele deve ser completo e detalhado, inclusive com orçamento.

De modo geral, trata-se de uma ferramenta que executa papel fundamental na hora de visualizar cada atividade — tanto as já executadas quanto as futuras —, bem como detalhes do orçamento

Delegue algumas atividades

Para uma gestão de sucesso, é fundamental delegar algumas tarefas, especialmente para que o gestor consiga se dedicar à execução de tarefas prioritárias. Contudo, é preciso saber não apenas quais atividades podem ser delegadas, mas também quem pode executá-las.

Você deve conhecer sua equipe e se atentar às habilidades e características de cada profissional, garantindo que a atividade seja executada com qualidade. De modo geral, a delegação de tarefas tem dois resultados satisfatórios: gestor com tempo para realizar atividades mais urgentes e demais colaboradores mais engajados com o projeto. 

Embora a lei defina o gerenciamento de obras como uma das atribuições de arquitetos e engenheiros civis, o conhecimento acerca das melhores práticas para essa gestão é pouco difundido, tornando, muitas vezes, a gestão de projetos ineficaz. Contudo, há muitas práticas que podem ser adotadas para melhorar o processo de gestão, como as abordadas no post. 

E você, gostou das práticas que sugerimos aqui? Então compartilhe esse post nas suas redes sociais e ajude os amigos a ficarem por dentro das melhores estratégias para otimizar a gestão de projetos! 

 

GUIA PARA ARQUITETOS: Entenda como atrair e fidelizar mais clientes.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This