como-usar-curvas-nos-seus-projetos-de-arquitetura.jpeg

Como usar curvas nos seus projetos de arquitetura?

Chegou a hora de pensar no projeto de uma residência ou escritório e uma das primeiras decisões a serem tomadas é, talvez, a mais difícil: a escolha entre o foco em linhas retas ou curvas. 

Quando o assunto é arquitetura, seja em bairros mais residenciais ou nos grandes centros, os ângulos retos imperam. Nesse cenário, pode parecer que elementos curvos chamam mais atenção por serem diferentes. Mas não é bem o caso!

Pesquisas realizadas comprovam que o próprio cérebro humano é mais atraído pela arquitetura curva. Porém, por envolver maior planejamento, esse formato muitas vezes é colocado em segundo plano.

Caso você esteja interessado em como as curvas podem ser utilizadas de uma forma melhor em projetos de arquitetura, continue lendo este post e considere acrescentá-las à sua próxima ideia!

Curvas na arquitetura

Quando pensamos nas obras arquitetônicas mais famosas, raramente nos vem à cabeça aquelas que apresentam as curvas. Exceções são os trabalhos: a Igrejinha da Pampulha e a Ópera de Sidney — para citar algumas. Isso se deve ao fato de que, entre outros fatores, o planejamento e o custo de obras curvilíneas costumam ser maiores do que as retas.

Hoje em dia, porém, existem materiais e técnicas mais apropriadas — como o design paramétrico — que viabilizam obras que antigamente eram de difícil execução, o que ajuda a expandir as possibilidades dos projetos arquitetônicos. 

Alguns arquitetos famosos pelo uso de curvas nos seus projetos são o brasileiro Oscar Niemeyer e a iraquiana Zana Hadid. Com certeza vale a pena conhecer mais a fundo o trabalho deles!

Formas harmoniosas

Formas curvas mexem mais com nossas emoções. O fator dinâmico e fluido que as curvas trazem a uma construção é resumida no termo “arquitetura líquida” — evidenciado pelo arquiteto australiano Sidney Owen. 

É interessante notar que poucas coisas na natureza são retas. Por isso, curvas também são utilizadas para suavizar o impacto dos elementos retilíneos de edificações e contribuem para que a arquitetura interaja de maneira mais harmoniosa com o ambiente ao redor.

Melhores formas de utilizar as curvas em projetos de arquitetura

Caso você seja do tipo que não quer passar despercebido, use curvas na sua fachada. Elas vão trazer um ar moderno e diferente para a obra. Olhando pelo lado prático, vai exigir poucos outros complementos — que podem se tornar obsoletos ou perder o impacto devido ao foco que uma fachada curva cria.

Caso a construção seja cercada de mata e natureza, uma boa ideia é fazer pelo menos uma parte de vidro, o que vai aumentar ainda mais o sentimento de harmonia com a natureza.

Uma opção para quem gosta de curvas, mas não quer uma fachada toda no formato, é misturá-las com formas retas. Assim, você tem uma construção com um ar mais tradicional e elementos mais modernos. 

Também é possível utilizar bancadas e colunas para inserir mais curvas no seu espaço. Na cozinha ou área gourmet, por exemplo, ao invés de construir uma ilha de ângulos retos, aposte em um formato mais curvilíneo e suave.

Já para os canteiros internos e externos, sacadas e também para escadarias, as curvas são apostas certas! Vale investir nelas nesses locais para que fiquem mais agradáveis. 

Como é possível ver, existem muitas oportunidades para inserir curvas nos seus projetos de arquitetura. Frequentemente, é preciso mais planejamento do que o exigido por linhas retas, mas o resultado vale a pena.

E aí, gostou do assunto deste post? Então compartilhe o texto nas suas redes sociais para que seus amigos também fiquem por dentro dessa tendência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This