Existe isso de tamanho ideal do rodapé? A gente explica!

4 minutos para ler

É bem provável que você nunca tenha parado para prestar muita atenção no rodapé do imóvel em que reside. Afinal, sua função é sempre complementar ao revestimento do chão e raramente recebe destaque. É difícil, entretanto, que sua ausência passe despercebida! Ele protege as paredes e dá acabamento ao piso.

No entanto, se no passado ele era usado apenas para essas propostas, hoje sua função pode ir muito mais além. E é por isso que o tamanho do rodapé pode variar bastante. Se você também está em dúvidas sobre o que aplicar na sua casa ou simplesmente quer saber mais sobre o assunto, nosso post ajudará bastante.

Como escolher o tamanho do rodapé?

Conforme já observado, no passado o rodapé servia apenas para dar acabamento ao piso, disfarçar irregularidades e proteger as paredes do contato com a vassoura, água, produtos de limpeza e até mesmo dos pés dos móveis. Por isso, costumava ter uma altura padrão de 7 cm e era confeccionado em material semelhante ao piso.

Hoje essa altura padrão já passou para 15 cm e surgiram muitos outros modelos no mercado. Os rodapés são empregados para decorar, esconder cabos e fiação, receber iluminação e acrescentar um charme a mais ao projeto. Por isso, suas dimensões podem variar bastante. Tudo vai depender da proposta que você quer adotar e dos seus objetivos. Entenda a seguir!

Considere o tamanho do ambiente

O tamanho do rodapé precisa ser proporcional ao espaço que você possui. Dessa forma, casas grandes e com a altura entre o piso e o teto acima da média, geralmente, comportam rodapés mais altos e chamativos. Você pode usar versões iluminadas, com fendas e sobreposições. Eles podem até mesmo receber recortes para que você coloque as tomadas da casa.

Por outro lado, se o espaço for pequeno eles devem ser mais baixos. Dependendo do projeto, é até possível usar um rodapé um pouco maior. No entanto, para não encolher ainda mais o ambiente, as barras ou tiras precisam ser de uma cor bem próxima à tonalidade das paredes.

Analise o estilo da decoração e dos móveis

Um projeto de decoração precisa ser harmônico e coeso. E isso inclui a relação entre pisos, cores das paredes e estilo dos móveis. Assim, se todo o projeto foi pensado em estilo escandinavo, por exemplo, pode não fazer muito sentido colocar um rodapé provençal.

Antes de escolher o modelo de barras ou tiras que você vai usar, pense no que foi idealizado para aquele espaço. Casas modernas e tecnológicas, se for o seu caso, podem combinar mais com um rodapé embutido ou discreto.

Pense na movimentação do ambiente

Isso é muito importante na escolha do tamanho do rodapé. Embora ele apresente papel decorativo, é um detalhe que precisa ser prático e funcional. Por isso, pense em quem usa o ambiente. Se a casa tiver crianças pequenas, um rodapé alto pode ser bem interessante. Elas vivem com as mãozinhas nas paredes e às vezes podem riscar e sujar com mais facilidade!

Espaços que não são muito usados ou que não precisam ser faxinados e limpos com frequência podem ter rodapés menores e delicados. Quanto maior for a circulação no ambiente, especialmente se for doméstico, mais as paredes precisarão de proteção.

Qual é o melhor material para o seu rodapé?

O material mais indicado vai depender muito do projeto e do tipo de piso selecionado. Atualmente não há mais necessidade de que ele seja do mesmo material que o usado no chão, o que abriu margem para muitas possibilidades.

Dentre os mais comuns podemos citar: MDF, madeira, porcelanato, cerâmica e pedra. Quanto mais contato com a água e produtos de limpeza abrasivos o local receber, mais resistente deverá ser o rodapé. Cozinhas e áreas externas ficam mais bem protegidas com as versões em cerâmica ou porcelanato, por exemplo.

O tamanho do rodapé vai depender do estilo escolhido para a decoração, amplitude do espaço, volume de uso e função do local. Definido isso, é só usar a criatividade e selecionar o modelo que melhor se encaixa no seu projeto. Seja criativo, os rodapés garantem um acabamento elegante e com muito charme aos ambientes.

Gostou das dicas? Cadastre-se para receber nossa newsletter e tenha acesso a um conteúdo exclusivo e pensado especialmente para você.

Posts relacionados

Deixe uma resposta