O que é preciso para desenvolver um escritório funcional?

Sabemos que o brasileiro passa, em média, 40 horas semanais no ambiente profissional. Isso significa, pelo menos, um terço do dia dedicado ao trabalho. Considerando esses números, não há como negar a importância de um escritório funcional para a saúde física e psicológica dos trabalhadores.

Afinal, trabalhar em um ambiente pouco prático ou desconfortável interfere consideravelmente na produtividade do funcionário, fazendo com que ele renda bem menos do que o esperado. Pensando nisso, trouxemos este post com os aspectos que você precisa priorizar na composição do escritório. Vamos lá!

Escolha de cores adequadas

Tonalidades neutras e claras, além de favorecerem a sensação de amplitude e leveza, contribuem para deixar os ambientes mais iluminados, equilibrando iluminação natural e uniformidade na medida certa para o escritório.

Inclusive, quanto mais clean e homogênea for a combinação de cores escolhida, mais a identidade visual da marca se destacará no recinto. E isso realça naturalmente a missão e a visão da empresa diante do público.

Para não deixar o local pálido ou sem vida, é válido pontuar alguns tons vibrantes sobre as estações de trabalho. Mas atenção: para não sobrecarregar o local ou tirar o foco das atividades, utilize uma paleta de cores harmoniosa e pontue as tonalidades em peças menores, como quadros, arranjos ou luminárias.

Adequação do mobiliário

Sem dúvidas, essa é uma das medidas mais importantes para tornar o escritório funcional. Até porque é impossível trabalhar bem em uma cadeira desconfortável ou em uma mesa pequena demais, certo?

Por isso, antes de planejar a mobília do escritório, confira o espaço disponível e dê preferência a móveis práticos e ergonômicos. Assim, é possível priorizar não somente o conforto e a comodidade dos funcionários, mas também o aproveitamento do espaço.

Mesas em L, por exemplo, permitem que as atividades sejam realizadas mais facilmente, organizando as tarefas prioritárias e deixando todos os materiais em seus devidos lugares. E o melhor: por se adaptarem aos cantos do escritório, não prejudicam a circulação.

Prateleiras flutuantes também são ótimas opções, pois permitem o uso de uma mesa menor, que possa ser colocada em qualquer lugar do escritório. Com prateleiras sobre as bancadas, ganha-se mais espaço para guardar e organizar pastas, arquivos, documentos e tudo mais o que for pertinente à rotina corporativa.

Investimento em pisos práticos

Eis uma dica preciosa: investir em pisos práticos. Afinal, a rotina atribulada de um escritório não permite perda de tempo com a limpeza e manutenção do piso. Nesse sentido, optar por pisos vinílicos e laminados é sempre uma boa pedida. 

O piso vinílico, além de ser uma opção sustentável, é extremamente funcional e harmoniza bem com o estilo mais clean e minimalista típico dos escritórios. Outra grande vantagem desse revestimento é a resistência e durabilidade, aspectos essenciais para ambientes de fluxo intenso.

Já os laminados saem na frente pela versatilidade das peças, podendo ser encontrados em tonalidades claras, médias ou escuras. Assim, será fácil encontrar o tom exato para o escritório. O conforto, a durabilidade e a praticidade de limpeza das peças também são garantidos.

Pronto! Concentrar-se nesses três aspectos básicos é o caminho certo para compor um escritório funcional e saudável — tudo isso sem abrir mão da estética do ambiente. Afinal, escritórios bonitos também favorecem o clima corporativo, não é mesmo? Falando nisso, aproveite e baixe o nosso e-book exclusivo de decoração para escritórios!

 

img_ebookpost_corporativo

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This