Piso vinílico e piso laminado: entenda as diferenças

Escolher o piso certo para cada ambiente da casa é uma tarefa muito importante. Dependendo das condições de uso e do efeito desejado, é fundamental dar preferência a uma alternativa. Entre os disponíveis, piso vinílico e piso laminado se destacam.

Embora sejam muito utilizados, nem todo mundo conhece a diferença entre eles. Para tomar a melhor decisão, você deve saber quando selecionar um ou outro, não é? Então, entender as distinções é indispensável.

Para compreender tudo o que é necessário, veja como piso vinílico e piso laminado se diferenciam!

Fabricação

O piso laminado é feito com placas e fibras de madeira compensada. Na maioria das vezes, trata-se de material reflorestado, o que ajuda o meio ambiente. Em geral, a madeira é trabalhada para aumentar a resistência e tudo é finalizado com a aplicação de resina.

Já o piso vinílico é feito de PVC, uma espécie de polímero. Ele também conta com uma camada de resina, que dá o acabamento. Ambos aparecem em vários estilos, como os que imitam tacos em diferentes tonalidades.

Aplicação

A aplicação do piso vinílico e piso laminado tem que ser feita em uma superfície lisa, nivelada e longe de defeitos. Contudo, o piso de madeira tem uma versatilidade um pouco maior, já que aceita pequenos desníveis.

Em geral, o laminado utiliza um sistema próprio de encaixe, como ao montar um quebra-cabeça. Desde que seja usada a manta niveladora, não é preciso empregar cola ou outros materiais adesivos. Por isso, o processo é bem mais rápido.

Já o vinílico exige a aplicação de um selante especial, que garante a aderência do piso e que requer um tempo mínimo de secagem.

Utilização

Por causa das características específicas, cada modelo é mais indicado para um ambiente. O piso vinílico é ideal para suprimir ruídos e ajuda a manter a temperatura do cômodo. Por trazer essa sensação extra de conforto, é perfeito para determinados locais, como os quartos. Porém, o excesso de sol pode desbotar a sua cor, então, é preciso ficar atento.

Já o laminado traz um acabamento clássico e refinado, o que o torna adequado para alguns cômodos, como a sala de estar e de jantar. Piso vinílico e piso laminado, no entanto, não devem ser usados em ambientes úmidos, como cozinhas, banheiros ou áreas externas, pois isso pode danificar as peças.

Durabilidade

Desde que as escolhas sejam feitas de forma adequada, a durabilidade é bastante vantajosa para ambas as opções. Os itens de madeira laminada, por exemplo, podem durar de 5 a 16 anos com os cuidados certos. Se as peças forem de encaixe, permitem a retirada durante a mudança.

Com a opção feita de PVC, não há grandes diferenças. Em média, eles duram até 15 anos em condições aceitáveis. Como consequência, a necessidade de investimento é menor — mesmo se o tráfego for moderado.

Limpeza

Embora nenhum dos dois deva ser submerso em água, o vinílico tem uma resistência um pouco maior ao líquido. Na hora de fazer a limpeza, é possível adotar um pano ligeiramente úmido para retirar as impurezas. Assim, é uma opção mais fácil de garantir um ambiente livre de poeira.

O piso laminado, por sua vez, funciona bem com vassouras de cerdas macias e com aspirador de pó. O pano úmido é usado com menor intensidade, de modo a evitar as manchas sobre a resina.

Na hora de decidir entre piso vinílico e piso laminado, é fundamental ficar com a alternativa que melhor se encaixa em seu ambiente. Depois de conhecer essas diferenças, será mais fácil chegar à solução certa!

Para escolher uma opção durável e com ótima qualidade, entre em contato com o GrupoFort Decorações e veja quais são os produtos que temos disponíveis para o seu lar!

 

 

Reforma do Lar: Guia para a escolha do piso perfeito para cada ambient

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This