Qual o tipo de piso ideal pra hospitais? Qual o tipo de piso ideal pra hospitais?

Qual o tipo de piso ideal pra hospitais?

6 minutos para ler

Escolher o piso ideal é uma tarefa complicada, principalmente quando se trata de um ambiente hospitalar. A necessidade constante de uma limpeza pesada e o alto tráfego de pessoas são alguns dos fatores que tornam a escolha do piso para hospital uma enorme responsabilidade. Por isso, é importante conhecer as necessidades de cada área para identificar o revestimento ideal.

É importante considerar também que o piso, por revestir todo o espaço, pode contribuir para o visual estético do hospital. Se você tem dúvidas sobre qual o piso ideal para hospitais, continue a leitura deste post e entenda como fazer a escolha.

Cuidados ao escolher o piso para hospital

Quando o local que vai receber um revestimento é um hospital é preciso entender que os cuidados são ainda maiores em relação a qualquer outro ambiente. Afinal, a vida de muitas pessoas depende do serviço prestado ali.

Além de toda a parte de arquitetura e engenharia, há muitas exigências sanitárias que devem ser seguidas, principalmente em relação aos revestimentos. Esses, por sua vez, devem ser resistentes ao uso de desinfetantes, por exemplo, além de suportarem o intenso tráfego de funcionários, pacientes e familiares. 

Conhecer cada área do hospital e suas necessidades é fundamental para a escolha do tipo de piso correto. Tal opção, se feita de forma inadequada, pode comprometer tanto a saúde de quem está no local quanto a qualidade do serviço prestado.

Por isso, é importante entender o que cada tipo de piso pode oferecer para o espaço e, a partir disso, fazer uma escolha consciente. 

Tipo de piso indicado para cada espaço

Cada espaço dentro de um hospital tem uma função: recepção, sala de atendimento, sala de cirurgia, maternidade. Enfim, muitos setores são responsáveis por manter um hospital funcionando e todos eles têm características que tornam um ou outro tipo de revestimento o ideal. 

Ou seja, são muitas áreas e muitos tipos de pisos. Para fazer a escolha certa, mesmo diante dessa diversidade, o recomendado é conhecer a indicação de cada revestimento. 

Emborrachado

Um dos principais benefícios que o piso emborrachado pode oferecer para os ambientes hospitalares é a redução do impacto ao caminhar. Esse tipo de revestimento, indicado para locais com grande circulação, é conhecido por tornar o caminhar mais “macio”, o que contribui para diminuir a exaustão de quem circula pelo local — principalmente funcionários. 

O piso emborrachado também tem função antiderrapante, característica indispensável em um hospital, já que a segurança dos pacientes e médicos precisa ser assegurada pelo estabelecimento. Sendo assim, a aplicação deste tipo de piso nas dependências do hospital previne acidentes e evita aborrecimentos.

Outros benefícios que podem ser listados são a absorção acústica (fundamental em um hospital) e a facilidade de limpeza e manutenção. Corredores, escadas, rampas e entrada de elevadores são exemplos de áreas nas quais o piso emborrachado pode ser útil.  Além disso, ele possui grande durabilidade, bom custo-benefício e fácil instalação.

Vinílico

O vinílico é um tipo de piso composto majoritariamente por PVC (policloreto de vinila), além de minerais e resinas vinílicas. Embora sua instalação seja simples, é recomendada a contratação de equipe profissional especializada nesse tipo de serviço.

A homogeneidade e durabilidade fazem do vinílico um dos melhores revestimentos quando o ambiente é um hospital. Em razão da superfície do piso vinílico não ser porosa, ele é extremamente fácil de limpar e de ser conservado, o que é mais um de seus fatores positivos, pois evita a propagação de fungos e bactérias.

A chamada arquitetura infecto preditiva deve ser sempre colocada em primeiro lugar quando o assunto é o piso ideal para hospitais. Características como assepsia, limpeza simples e manutenção descomplicada são mais do que necessidades, tornando-se fatores fundamentais para o sucesso do serviço prestado no ambiente.

Vale ressaltar que esse tipo de piso é bastante resistente aos agentes externos, como água, fogo, riscos, manchas e até mesmo cupins. Além disso, por possuírem a capacidade de se ajustarem à temperatura do local, proporcionam conforto térmico. Quanto aos locais, as salas de espera, recepções, consultórios, enfermarias e até as unidades de terapias intensivas podem receber o piso vinílico.

Uma vantagem desse piso é que ele está disponível no mercado em várias cores, tamanhos e texturas, o que possibilita a escolha de diferentes estilos do mesmo produto para cada setor do hospital. Nas áreas de recepção e nos consultórios podem ser aplicados pisos que confiram a sensação de bem-estar, resultando em espaços mais aconchegantes.

Já nas entradas e saídas, em que estão rampas e escadas, a versão com grãos minerais é a indicação mais adequada por ser antiderrapante.

Vinílico Homogêneo

O piso vinílico homogêneo é formado por uma massa única de PVC, cargas minerais e plastificantes. Essa massa única permanece dessa forma em toda sua espessura e não sofre alteração na sua estrutura, mesmo com o desgaste do tempo e da longa utilização.

Sua aparência se mantém inalterada, o que é uma característica excelente para os ambientes hospitalares que não podem ser submetidos a constantes reformas e devem preservar o aspecto de limpeza, conforto e credibilidade. As características de resistência e durabilidade fazem desse piso ideal para as áreas de maior tráfego do hospital.

Vinílico Heterogêneo

Ao contrário do homogêneo, este é produzido em camadas de base compacta, fibra de vidro para garantir estabilidade dimensional, desenho impresso e camada de desgaste. É justamente em função dessas múltiplas camadas, especialmente a de desenho, que o vinílico heterogêneo possui uma enorme variedade de modelos que podem ser usados de acordo com as impressões escolhidas.

É um tipo de piso que valoriza a estética dos espaços, sendo amplamente usado em casas e escritórios. Diferentemente do vinílico homogêneo, não tem durabilidade tão extensa e também não oculta os efeitos do desgaste que ficam perceptíveis assim que surgem na superfície.

Por esse motivo, a escolha das cores desse tipo de piso deve ser pensada com cuidado, já que cores muito claras evidenciarão o desgaste e exigirão limpezas mais frequentes e vigorosas.

E você, já tinha pensado em todas essas questões que envolvem a escolha do piso ideal para hospitais? Deixe o seu comentário e divida a sua opinião com a gente! 

Posts relacionados

Deixe uma resposta